A vida em amor com a morte

By -

A vem com a alegria de nascer, ser ou não ser eis a questão, nascemos a muitos anos atrás e a morte não existe mais, imortais? talvez, pois a mortalidade da alma é transcendental a do corpo físico perdurando por tempos longínquos desfaz a dor, A morte não luta com a vida e nem impõe ou sobrepõe e sim caminha lado a lado com seus ensinamentos pois ai do homem que não desvenda os mistérios da morte e assim não vive a vida e na morte não pode olhar para trás.

1375891_734644829883461_1037514643_n

César Augusto

Sou César Augusto, tenho 21 anos atualmente, graduando em Ciência da Computação pela UFBa, meus gostos são diversos a depender do momento e o lugar, as vezes nada mais aconchegante que ficar em casa curtindo o tempo e assistindo algo que me faça rir outra hora que quase já se faz outrora rs gosto de sair e principalmente sentir o ambiente e a natureza que se faz presente ao redor.

2 Comments to A vida em amor com a morte

  1. Bom dia Real.
    Olá amigo…Lindo, mas muito lindo este poema..
    E é assim que vêm as coisas da vida, trás, constrói e destrói, mas vem firmemente e nos faz experimentar a causa para buscar sempre a alegria e viver a cada momento como se fosse o ultimo.
    Um ótimo sábado e uma semana recheada de felicidade.
    Abraços sempre.
    ClaraSol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>